quarta-feira, 7 de outubro de 2015

Ladainha



Qualquer um é poeta,
Desde hoje até os tempos da taberna.
Pra ser poeta basta tapar o sol com a peneira,
Vestir a carapuça,
E torcer o nariz.

Pra ser poeta basta não fugir da raia.
Pra ser poeta tem de estar coberta de razão.

O fim da picada é ser poeta.

Raphael Vidigal

Pintura: obra de Alberto da Veiga Guignard. 

Seja o primeiro a comentar

  ©Caminhos dos Excessos. Template e layout layla-imagem banner: tela de Salvador Dali

TOPO