terça-feira, 3 de abril de 2012

Política prolífica profícua:




“Eu não procuro. Eu encontro.” Picasso

Minha crítica não tem a pretensão de mudar os rumos
É apenas uma sensação
Extravasada

Ninguém deve moldar-se para o mundo
É muito mais bonito o esforço de aceitar
O outro

Quem acha que merece o ato
Mais valor que a intenção
Não percebe que atos incríveis
Consumados são, com a pior das intenções.

Raphael Vidigal

Foto: Djuna Barnes, escritora norte-americana. 

3 comentários:

Anônimo disse...

Fino, fino!

Sílvia Helena Brandão

Anônimo disse...

lindo.

Anna Carolina Pinheiro Lage

raquelamorim disse...

Excelente!