quarta-feira, 11 de abril de 2012

Clarice Lispector:



“Escrevo para fugir das emoções e para me ver livre delas” T. S. Eliot

Doida, doída
Tampo, estampido
O ouvido
Tampado

Tampa, suína
Grampo, grunhido
A galinha
Sobrada

Louca, subindo
Pano, espano
O ovo
Jorrá-lo
(Jo-ralo)

Prono.
Ouroboros


Raphael Vidigal

Pintura: “Desdemona”, de Frederic Leighton. 

5 comentários:

Slow (?) disse...

Gostei do seu blog, achei interessante, apesar de não ter um vasto conhecimento na análise de poemas eu diria que só por conseguir expressar as ideias por meio deles é algo único.
Parabéns, continue!

você gosta de Podcasts?

palavras ao vento disse...

belas palavras...

Marília disse...

Essas palavras juntas ficaram boas rs
Legal!

Guru do Metal disse...

meio confuso

Wendell Ribeiro disse...

adorei o poema