quinta-feira, 29 de setembro de 2016

Toalha branca


A gente existe pra desaparecer
Como uma mancha de café sobre
Uma toalha branca, como uma gota
De sangue na ponta da língua que
Canta. Por mais que pareça eterna
Um dia estanca. E nem mais corre,
Nem mais lateja, somente descansa...


Raphael Vidigal

Desenho: Obra de Rembrandt.

Seja o primeiro a comentar

  ©Caminhos dos Excessos. Template e layout layla-imagem banner: tela de Salvador Dali

TOPO