segunda-feira, 26 de setembro de 2016

A sós


Na minha absoluta solidão
Absoluta, mas não definitiva
Numa noite chuvosa de domingo
A vida, também absoluta
Entrega-me a uma compota de manteiga derretida
Cujos amarelos fios
Lembram-me do teu sorriso naquele sol de domingo...




Raphael Vidigal

Pintura: Obra de Cézanne. 

Seja o primeiro a comentar

  ©Caminhos dos Excessos. Template e layout layla-imagem banner: tela de Salvador Dali

TOPO