sexta-feira, 10 de junho de 2016

Farfalhar


Uma única flor
Uma miséria úmida
Labiríntica
Enfeitiçada
Ensopada de viço
Recôndita de banha
Essa flor farfalha
Espalha gotas no ar cinzento
A miséria continua
Ainda mais molhada
Sorrateira, embaraçada
Vem úmida qual geada
Não é mais o orvalho
Agora ressente-se de abóboras
Vêm os gerânios espalhá-la
Gera o inverno em seu ventre úmida
Desembaraçado, tolerante
Pisca para o hemisfério sul
Pisca para o hemisfério norte
Abre-se numa linha longitudinal
Abarca abóboras, gerânios
Terra molhada de orvalho
Terra úmida de geada
Desfalece
Morre
Em sua miséria úmida
Brota uma única flor
Enfeitiçada


Raphael Vidigal

Pintura: Obra de Manet.

Seja o primeiro a comentar

  ©Caminhos dos Excessos. Template e layout layla-imagem banner: tela de Salvador Dali

TOPO