quarta-feira, 10 de agosto de 2016

Suspirar


Ah se estivermos brigados
e não possa me chamar
de amor marcado
chama-me de amor terreno
que eu virei
embora com lágrimas nos olhos
beijar teus pés.

Ah se estivermos brigados
e não possa me chamar
na irrelevância
chama-me na irreverência
que eu virei
com o susto de um velho palhaço
e uma esfera entre os dedos.

Ah se estivermos brigados
e não puderes me chamar
olha-me com cuidado
que eu talvez venha em silêncio
beijar teus seios.


Raphael Vidigal

Pintura: Obra de Fragonard.

Seja o primeiro a comentar

  ©Caminhos dos Excessos. Template e layout layla-imagem banner: tela de Salvador Dali

TOPO