quarta-feira, 18 de maio de 2016

Tártaro


Há tártaro nas janelas.
Existe tártaro nos poemas.
O tártaro, onde quer que ele esteja,
não é evasão de morte,
mas impressão de vida.
O tártaro dá plasticidade à cena.
O tártaro suja o poema.
O tártaro confere ao ambiente
sua condição espessa.


Raphael Vidigal

Pintura: obra de Daumier. 

Seja o primeiro a comentar

  ©Caminhos dos Excessos. Template e layout layla-imagem banner: tela de Salvador Dali

TOPO