sexta-feira, 25 de março de 2016

Signos


Estou num mato sem cachorro
O gato comeu minha língua
Vou acabar pagando o pato
Pois nem que a vaca tussa
Darei bom dia a cavalo
O que me faz engolir um sapo
É cada macaco no seu galho
Chegou a hora da onça beber água.

Raphael Vidigal

Pintura: obra de Hieronymus Bosch. 

Seja o primeiro a comentar

  ©Caminhos dos Excessos. Template e layout layla-imagem banner: tela de Salvador Dali

TOPO