quinta-feira, 24 de dezembro de 2015

Rimbaud


Palavra é osso.
Poeta é cão.
O osso da poesia é o que sinto?
Poema é vulto.
Verso é visão.
Poeta tem olho nas costas?
Espelho disforme.
Poema é bola de cristal.


Raphael Vidigal


Seja o primeiro a comentar

  ©Caminhos dos Excessos. Template e layout layla-imagem banner: tela de Salvador Dali

TOPO