sexta-feira, 11 de dezembro de 2015

Elke Maravilha


Eu sou o cara que vai comprar cigarros e nunca mais volta.
Eu sou o seu príncipe encantado. Num cavalo branco.
Sou o Fausto de Goethe e sou Marlon Brando.
Posso ser homem, mulher, Roberta Close ou Sophia Loren.
Eu sou o poema.
A bola de cristal do mágico.
O escuro.
O claro.
O Cinema.
O Teatro.
A Dança e as Artes Plásticas.
Sou apenas uma imagem.
Sou texto. Sou tátil.
Sou água. Profunda.
Eu sou fútil.
Posso ser Cazuza ou Roberto Carlos.
Leonor ou Andrade.
Sou a fuga e a volta.
Aquela mulher que sai pra comprar cigarros e nunca...
Uma criança desesperada.


Raphael Vidigal 

Imagem: foto da artista Elke Maravilha.

Seja o primeiro a comentar

  ©Caminhos dos Excessos. Template e layout layla-imagem banner: tela de Salvador Dali

TOPO