segunda-feira, 1 de maio de 2017

Ponto


Às vezes esqueço
que não estamos mais juntos
e te espero com a mão abanando
como no ponto de ônibus.

Não há outra saída
senão a de me acostumar com a sua ausência.
Estou envolvido
na dor que te dei

com a mão para o ônibus
como num ponto abanando
e não há saída


Raphael Vidigal

Pintura: obra de Edward Hopper. 

Seja o primeiro a comentar

  ©Caminhos dos Excessos. Template e layout layla-imagem banner: tela de Salvador Dali

TOPO