segunda-feira, 1 de maio de 2017

lírio partido


mesmo
que o rio esteja em tom negro
que a grade esteja no espelho
dar um sorriso com os dedos

que o lírio esteja partido
que o mal esteja em silício
dar um sorriso com os dedos
mesmo

que o dedo esteja na boca
que a boca esteja em tom negro
que o mal esteja no espelho
dar um sorriso com os lírios

mesmo
que a grade esteja na vida
que a morte esteja na vida
que o povo esteja em degredo

dar um sorriso com os dedos
quebrar o espelho do medo
puxar a mão pelo lírio
colher a flor do silêncio


Raphael Vidigal

Imagem: cena do filme "Lírio Partido".

Seja o primeiro a comentar

  ©Caminhos dos Excessos. Template e layout layla-imagem banner: tela de Salvador Dali

TOPO