quinta-feira, 28 de junho de 2012

Anjo:


“Não será, cais do porto,
aquela luzinha
Que lá longe apaga e acende
Fazendo um sinal
Quem sabe pra mim?” Capiba

Carol é um anjo
Eternamente menina doce iluminando nossos corações
Carol veio para nos limpar
Depois que você se foi, Carol
Eu me sinto mais limpo
Eu entendi sua mensagem
Carol nos deu flores em vida
Desculpa Carol, por não compreendermos sua doçura, sua beleza e seu encantamento
E obrigado Carol, por cada momento

Beeeeeeeeeeeeeeeijos do Vidiiiiiii!

P.S: É um privilégio ter te conhecido.
Disse-me um amigo: “a admiração e o carinho que tenho são enormes”.
As mesmas palavras são minhas.

Raphael Vidigal

Pintura: “Amendoeira em flor”, de Bonnard.

6 comentários:

Amy disse...

Quem é carol?

Alessandra Rezende disse...

Os ventos sopram a leveza do amor em minha direção quando penso nela... doce é a paz do seu encantamento.

Anônimo disse...

"Belas palavras meu amigo , falou por todos nós . =]"

Fernanda Maia

Lulu Wonka disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Lulu Wonka disse...

Lindo Vidi! Saudades eternas...

FÁBIO FERREIRA disse...

belos posts que mesclam cultura dissertativa bem avançada e clássico-ortodoxo, tornando a blogosfera mais inteligente e ao mesmo tempo ambientação mais que surreal através de belas obras de arte ilustrativas, um blog cultural original e lidimo!