quarta-feira, 16 de maio de 2012

Ovelhas:



“Primavera exterior, não me atormentes,
desatando em meus braços vinho e neve,
corola e ramo roto de pesares” Pablo Neruda

A TI DEDICO AS ESTRELAS!
NA HORA DO SONO
NÃO CONTO AS OVELHAS (carneirinhos)
ESCUTO A AREIA ESCORRER NA AMPULHETA
CALCULO O TEMPO PARA TE ENCONTRAR.

Raphael Vidigal

Pintura: “Tulipa Rosa”, de Georgia O’Keeffe. 

2 comentários:

Guru do Metal disse...

bem curta essa

Marijleite disse...

Quem nunca ficou ansioso esperando as horas passarem logo,contando carneirinhos ou olhando pro relógio,né?
Uma dica:que tal desativar a confirmação de palavras para comentar?
Gostei do seu blog,te convido a visitar o meu:http://petalasdeliberdade.blogspot.com/