segunda-feira, 14 de maio de 2012

Hora:



“Mas eu tenho a impressão
Que todos nós somos fracassados
Eu, por exemplo: não amo...” Cazuza

Quando você morreu
O que foi que você sentiu?
Assustou-se?
Sentiu conforto?
Medo? Raiva?
Prazer.
Libertou-se dessa casca chamada vida.

Raphael Vidigal

Pintura: “Auto retrato”, de Jeanne Hébuterne. 

4 comentários:

Inacio Martinelli disse...

Belas palavras...

www.alwayslouder.wordpress.com

Guru do Metal disse...

quem morre não sente nada

palavras ao vento disse...

...bem interessante...a postagem...

kemmy disse...

Uau. Parecem-me palavras de alguém inconformado. Interessante.