quinta-feira, 3 de maio de 2012

Dispensa:



“Dessa janela sozinho
olhar a cidade me acalma
Estrela vulgar a vagar” Duda e Jards Macalé em ‘Hotel das Estrelas’

Na essência a arte é dispensável.
Arte só tem essência se for dispensável.
Só é essencial a arte dispensável.
Dispensando-se a essência a arte é.
Essencialmente dispensa-se arte.

Raphael Vidigal

Pintura: “Estudo a partir do retrato de Inocêncio X de Velázquez”, de Francis Bacon. 

3 comentários:

Cassiano de Souza disse...

Muito bacana o seu estilo de escrita, é leve e bom de ler.

Guru do Metal disse...

confuso, mas a imagem é legal

Moonday Rain disse...

Passando de um ponto de vista a outro, que completa e confronta o anterior, não sei nem ao menos se fui capaz de entender, mas ma pareceu que um seguia-se ao outro naturalmente, lógico, mas como se acaba-se em paradoxo. Gostei.