quinta-feira, 8 de janeiro de 2015

Coisas impossíveis de se praticar


Pegar no sono.
Espetar nuvem.
Dependurar cor no cabide.
Tropeçar na perna curta da mentira.
Enxergar as sete cabeças do bicho.
Tomar chá de cadeira.
Colocar o Rei na barriga.
Ser unha de fome.
Esgarçar a própria língua.

Só para as crianças e Manoel de Barros.
E alguns matreiros anônimos.

Raphael Vidigal

Desenho: obra de Millôr.  

Seja o primeiro a comentar

  ©Caminhos dos Excessos. Template e layout layla-imagem banner: tela de Salvador Dali

TOPO