domingo, 21 de setembro de 2014

O gordo e o magro


O espirro é muito mais elegante,
Quando sai do nariz,
Invadindo a sala.
A tosse, por outro lado, com aquela habitual grosseria,
Esconde-se entre os dedos.
O espirro, quando bem dado, espanta adultos, crianças, mulheres, gatos.
A tosse, nariz empinado, une-se ao som do espaço.
O espirro vem como enxurrada, furacão, tsunami.
A tosse, bem recatada: sinaliza a passagem, dá tempo ao mordomo e à empregada.
O espirro dá-nos uma pneumonia.
A tosse um câncer.
Afora isso, não passam de poses.
Deveria ter dito Oscar Wilde

Raphael Vidigal 

Pintura: "Aufgehender Stern", de Paul Klee. 

Seja o primeiro a comentar

  ©Caminhos dos Excessos. Template e layout layla-imagem banner: tela de Salvador Dali

TOPO