quinta-feira, 22 de março de 2012

Oceano:


uma
cápsula
azul-bonina
contém
um
frasco
verde-musgo
comete
um
estupro
dentro
do
buraco
do
ab-surdo

“Quando a gente se abre mais, o outro vê fundo. E o fundo é quase sempre escuro e assusta.” Caio Fernando Abreu

Raphael Vidigal

Pintura: “A Lamentação”, de Giotto di Bondone.

6 comentários:

Cicero Edinaldo disse...

INTERESSANTE E REFLEXIVO.
---
AO NOS ABRIRMOS PARA O OUTRO ELE ADENTRA O NOSSO INTIMO E DESCOBRE CADA PROFUNDEZA DO NOSSO SER.
as vezes é preferível ficarmos com os buracos fechados, esconder partes e sentimentos...as vezes é melhor ocultar certas coisas para não se tornar vulnerável em relação aos demais.
---
te espero no: blogestarcomvoce.blogspot.com

Tataah disse...

Super Interessanteeee =)
Seu blog está cada dia melhoor *-*

Blog Atualizadoo!!! Dá uma passadinha lá, vs vai adoraar!!!!

http://echidellanima.blogspot.com/

Beeijos *-*

Marília disse...

reflexivo... adoreii
http://mariliatasso.blogspot.com.br/

Lulis Paz disse...

Simples, mas causa certa reflexão de fato.
Gostei das palavras usadas.

Comenta num dos 2 primeiros posts por favor?
(ou nos 2 se quiser)
www.luliskd.blogspot.com

Valeu

eumacle disse...

TAMBÉM ACHEI MUITO REFLEXIVO
E MUITO INTERESSANTE.PARABÉNS

Quem faz disse...

Achei lindo, faz pensar.