terça-feira, 4 de abril de 2017

Enredo


Ainda vais sofrer muito
Chorar até não poder mais (e poderá)
Arrancar os cabelos
Xingar a mãe e o pai
Ainda vais sofrer pelos bares
Na pia
No vão da escada
Ainda vais encolher os ombros
Virar as costas
Jurar não voltar nunca mais (e voltará)
Sorver o amargo e o sal
Ainda vais
Mas é melhor não pensar
Não há palavra que valha – tem sofrimento a própria ânsia de paz

Raphael Vidigal

Imagem: Obra de Leda Catunda. 

Seja o primeiro a comentar

  ©Caminhos dos Excessos. Template e layout layla-imagem banner: tela de Salvador Dali

TOPO