quinta-feira, 2 de março de 2017

Sibilar


vivi com a emoção
à flor da pele
os nervos de aço
ficaram em frangalhos
a língua afiada
nos dentes
hoje uma língua de sogra
como o olho de sogra
que já foi gordo, outrora grande
pois nunca meti o nariz
aonde não fui chamado
puxei a orelha
peguei no pé
estalei as bochechas
nem tudo na vida é ditado
apenas vivi à flor
da idade
na pele marcada
de burro fugido
sem cor


Raphael Vidigal

Pintura: Obra de Matisse. 

Seja o primeiro a comentar

  ©Caminhos dos Excessos. Template e layout layla-imagem banner: tela de Salvador Dali

TOPO