sexta-feira, 17 de setembro de 2010

Flash:


“Um desenho de criança...
Corrigido por um louco!” Mario Quintana


Ás vezes eu penso em assassinatos, suicídios, estupros.
Crimes que passariam impunes a uma mente mais desatenta.
Eu nunca sei se o que eu tenho é fome ou é satisfação.
Enquanto isso a gente vai vivendo essa vida vagabunda medíocre que tem sempre os mesmos objetivos.

A vida é uma questão de enquadramento.
[ ]

Flash.

Raphael Vidigal

Pintura: Mujer con flor, de Pablo Picasso.

5 comentários:

M. van Petten disse...

Massa demais o texto brow,
Muito bom!!
Abrasss

Pedro disse...

Você é a racionalização dos meus pensamentos... só te falo isso!

Alien disse...

Você considera a justiça uma mente desatenta? pq tudo isso ai tem passado impune por ela!

luiz gustavo disse...

Muito bacana este texto vidigal!!!
Gostei muito..
abraço

Ricardo Takahashi disse...

O quadro não eh uma mulher com flor nem fudendo