quinta-feira, 18 de fevereiro de 2010

Livro:


Apertou com força o livro contra o peito.
Ultimamente dormia tão nervoso...tinha tanto medo...
o livro o relaxava...ele esquecia o medo...toda aquela ansiedade que sufocava seus pulmões.
Tinha medo de ficar esquizofrênico e ouvir as vozes do seu livro na cabeça.
Aquele livro estava vivo...
Enquanto ele, estava morto.

Raphael Vidigal

7 comentários:

Marcelo disse...

Cara, esse texto ficou foda
Ficou tipo um filme (que esqueci o nome) onde o autor cria um personagem pra fazer tudo que ele queria, mas nao podia fazer. E ele fazia imaginando ser o outro.
Phoda!!!

Anônimo disse...

Ele só ficou com medo de ficar esquizofresno porque não fez movimentos sem sentidos em lugares fechados.hahah
André

Polly disse...

"A JANELA"???
com Johnny Depp...
Assustador,mas fantástico.

Polly disse...

*Ops..."A JANELA SECRETA"

M. van Petten disse...

A Janela secreta

Esse mesmo

Sensacional!!!

Alessandra disse...

Mto profundo esse texto! Estilo Manuel Bandeira... só muda no modo de nao se sentir morto, q era escrevendo. Fabulosoooo!!!

Ricardo Takahashi disse...

Esse livro é uma playboy, seu pervertido!