terça-feira, 26 de agosto de 2014

De Chirico


No meu sonho eu posso ir à banca de jornal sem ser incomodado.
No meu sonho eu entro na jaula do leão e puxo a sua barba.
No meu sonho eu sonho um sonho de balão azul com listras brancas.
No meu sonho alguém fura o balão do meu sonho,
Chupa um pirulito,
Come um algodão doce,
Lambe a minha fuça,
E dá risada.

Raphael Vidigal

Pintura: "Autorretrato", de De Chirico.

Seja o primeiro a comentar

  ©Caminhos dos Excessos. Template e layout layla-imagem banner: tela de Salvador Dali

TOPO