sexta-feira, 14 de fevereiro de 2014

Indomável


Lá vai o rapagão cheio de vida
Acreditando 
Que há luz ainda
A pele murcha, os olhos cegam
Que algum músculo se eleve


Raphael Vidigal 

Pintura: auto-retrato, de Oskar Kokoschka. 

Um comentário:

Alessandra Prado Rezende disse...

Viver é a esperança de quem cujo corpo ainda não morreu. =P