quinta-feira, 9 de abril de 2009

Fé:


A gente só percebe que Deus existe quando não precisa mais dele.
Chegando em casa, madrugada, após mais uma noite num bar, com as mesmas pessoas, a mesma cerveja, o mesmo cansaço e a vida.
“Havia tristeza, orgulho e audácia.” Clarice Lispector.
É preciso. Dor e solidão.
A alegria plena, extasiada, completa, que enche bochechas e dentes, que incha, sem o menor brilho, não me interessa.
Vive perto da ignorância vazia.
Não a ignorância sutil, inocente, que nos surpreende. Mas a que faz o caminho dos que se perderam na submissão.
Aquela que esconde de si mesma os sentimentos e orgulhos. E do mundo.
É preciso. Saber rir. Fazer rir. Com humor quente e sorriso simples.
Sem a frigidez de quem ri de tudo sem esquentar a garganta.
É preciso. Dar o nó. No sapato, na gravata e no paletó. Mas principalmente na garganta.
Quem não tem nó na garganta, com nada, se espanta.
É preciso. O canto sôfrego de amor e desejo. Esbarrando nas quinas.
“Quem é que tem pudor quando gosta?” Alaíde, Vestida de Noiva. Nelson Rodrigues.
O homem É o lobo do homem.
Se faz triste e se faz feliz.
Se faz velho e se faz menino.
Faz carroça e faz carruagem.
Faz tatuagem e faz engrenagem.
Faz-se vida e faz-se morte.
A gente, só percebe...
Que Deus existe... impreciso.
O homem é o Deus do homem.
Fé.


Raphael Vidigal

12 comentários:

Paty Abreu disse...

sou sua fã raphael vidigal! =]

joao disse...

eu nunca entendo!!uhauha
vou começar fumar o q vc fuma pra ver se entendo!!uhauha

mari disse...

Precisa falar de novo que vcê é o malhor e ja me conquistou? =) Como sempre ne Vidii..PERFEITO!

wanelle disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
wanelle disse...

poha... tah de parabéns Vidi

Gabirela disse...

Vide vc eh lindo!
Escreve perfeitamente bem....sem algum erro!
ahahahaha

Anônimo disse...

Digal, eu já disse , me convida pra noite de autógrafos..
Sério que eu adoro oque vc escreve, sempre, mesmo quando eu não entendo. Até quando eu não entendo direito eu gosto do que eu acho que entendi. hueheuhu
Mas quem sou eu pra comentar alguma coisa. Eu nunca consigo achar um comentário à altura...
Mas já que vc insiste, tá aí.
BeijostocomsaudadebabeiseuovoDEMAIS
Carola! (só consegui postar como anônimo, mas sou eu)

Gabirela disse...

Deixa eu pensar...Tive que ler algumas vezes....to meio lerda hj.
hehe
Mans...
Vide, sabe que vejo essa "alegria imensa" mas, daquela que enche a bochecha com muito brilho em vc...
Garoto louco que quer viver a vida da melhor forma possível!
Sem limites e sem buracracia alguma.
Eah....a experiência e as teorias escutadas ultimamente estão me levando a crer cada vez mais que a gente tem mesmo que abrir a cabeça....eu tento...juro.rs...
E outra coisa tb.
Não vejo tristeza....nunca vi.
Bi estrela...rs...

M. van Petten disse...

Cara, cada vez melhor os textos.
Esse ficou foda demais velho!!!
Abração!!!

Lázaro disse...

pra mim o texto mais foda que vc escreveu, ficou muito booooom!!!
abração

Ricardo Takahashi disse...

O homem é o Lobão do homem.

polly disse...

Mano Leo na fita jig jow! ahuahuahuhauahuhuahuah